Garoupa: Peixe grande e super valorizado

Garoupa, neste artigo vamos falar sobre este peixe que pode chegar a pesar mais de 100 quilos.

Existem várias espécies, cada uma delas vivem em seu habitat e possuem características diferentes.

Todavia é um peixe muito valorizado em diversas partes do mundo devido ao fato de sua carne ser muito saborosa e possuir uma textura muito firme.

Continue lendo…

Existem Garoupas no Brasil?

Talvez você não saiba, mas a Garoupa é um peixe muito popular e valorizado na culinária brasileira.

Nas regiões costeiras brasileiras a pesca da garoupa é uma atividade econômica muito importante para o país.

No litoral Brasileiro podem ser encontradas nas regiões Sudeste (Rio de Janeiro, São Paulo), Nordeste (Bahia, Pernambuco, Ceará) e na região do Sul (Santa Catarina, Rio Grande do Sul).

Quais são as espécies de Garoupas mais comuns no Brasil?

Como informei no início do artigo, existem várias espécies de Garoupas, cada uma com seu habitat e com suas características.

Vamos listar abaixo as espécies de Garoupas mais comuns e encontradas na costa brasileira.

  • Garoupa-verdadeira com nome científico (Epinephelus marginatus), popularmente conhecida como Garoupa-malhada.
Garoupa-verdadeira com nome científico (Epinephelus marginatus)
  • Garoupa-de-quilha com nome científico (Mycteroperca bonaci), esta espécie é encontrada em águas tropicais e subtropicais incluindo o litoral brasileiro.
Garoupa-de-quilha
  • Garoupa-de-roupa com nome científico (Epinephelus niveatus), esta espécie também é conhecida como garoupa-de-pedra, é capturada com frequência por pescadores que praticam a pesca esportiva.
  • Garoupa-de-bando com nome científico (Mycteroperca fusca) esta espécie pode chegar a pesar mais de 100 quilos.
  • Garoupa-de-pedra com nome científico (Epinephelus mystacinus) possui tamanho médio e muito buscada e capturada por pescadores comerciais.

De que a Garoupa se alimenta e como ela se reproduz?

Este peixe é um predador, sua principal alimentação são crustáceos, polvos e outros peixes menores.

O fato de possuírem bocas enormes e poderosas permite que engulam presas inteiras de modo que também conseguem rasgá-las em pedaços para depois engolir.

A maioria das espécies de garoupas possuem um ciclo de reprodução anual, podendo variar a época de acordo com cada região.

Todavia, durante a época de reprodução as fêmeas liberam os óvulos que são fertilizados pelos espermatozoides dos machos liberados na água.

Após a fertilização se tornam larvas pelágicas, estas passam a maior parte do tempo à deriva na água.

À medida que crescem, elas se mudam para águas mais rasas e se estabelecem em recifes de coral, rochas ou outros habitats. 

As garoupas geralmente levam vários anos para atingir a maturidade sexual e podem viver por muitas décadas.

Conclusão sobre a Garoupa

É importante lembrar que muitas espécies estão ameaçadas ou em perigo de extinção devido à pesca excessiva e à degradação do habitat. 

Como consumidores, temos um papel importante em proteger as populações de garoupa e promover a pesca sustentável.

Ao escolher frutos do mar para nossas refeições, devemos buscar opções sustentáveis e verificar a origem dos produtos. 

Além disso, é fundamental apoiar as iniciativas de conservação e proteção dos ecossistemas marinhos, a fim de garantir que as espécies de garoupa e outras sejam preservadas para as gerações futuras.

Uma maneira deliciosa de saborear a garoupa é através de uma receita de garoupa grelhada com legumes assados. 

Para preparar essa receita, você pode visitar nosso blog, onde encontrará uma receita fácil e deliciosa que usa ingredientes saudáveis e sustentáveis. 

Vamos juntos proteger as espécies ameaçadas e apreciar essa iguaria de forma consciente e responsável.

Profissional do Marketing, Blogueiro, apaixonado por Pesca Esportiva e Caiaque. Aqui conto um pouco de minha experiências, curiosidades, dicas e Reviews de Caiaques.
Deixe seu comentário