Tucunaré Azul o preferido dos Caiaqueiros

Continua após a Publicidade
Anúncio

O tucunaré azul é um grande representante da família dos ciclídeos, peixes que têm a nadadeira dorsal bem alongada e com alguns espinhos.

Falaremos dele, que é um símbolo da pesca esportiva no Brasil e o queridinho dos caiaqueiros.

Acompanhe!

Tucunaré azul

Tucunaré azul

Ele é um peixe que vive em um ambiente de água mais lenta e pode chegar a medir até 70 cm e pesar até 6 quilos. É um peixe veloz e carnívoro, gosta de se alimentar de pequenos peixes, camarões, crustáceos e até insetos.

Anúncio

Suas características fazem dele um dos predadores mais eficientes da natureza.

DUBLÊ DE TUCUNARÉ AZUL GIGANTE – SE NÃO TIVESSE FILMADO NINGUÉM ACREDITAVA

Créditos do Vídeo: Vitor Marcel Fishing

Características do tucunaré azul

Características do tucunaré azul

O tucunaré azul possui uma coloração azulada e faixas transversais escuras ou acinzentadas. Suas nadadeiras são de um azul bem evidenciado e na cauda há uma bolinha preta, similar a um olho, chamada de ocelo.

Ele tem cabeça e boca bem grandes, e uma dentição parecida com uma serrinha que serve para agarrar sua presa. Por ter uma boca grande, ele consegue fazer sucção, engolindo a presa inteira com facilidade.

Além disso, possui uma musculatura forte e nadadeiras grandes. Ele não desiste de atacar sua presa e é essa característica que o torna tão interessante para a pesca esportiva. Eles gostam mesmo de lutar.

Anúncio

Essa espécie tem a parte branquial menos desenvolvida, então é um peixe que não tolera baixos níveis de oxigênio. Uma dica: ao pescá-lo, tire sua foto rapidamente e já devolva o peixe para a água, se demorar demais, ele pode morrer.

Macho e fêmea

Macho e fêmea

O macho cresce mais do que a fêmea, além de ser mais colorido. Ele possui uma protuberância na cabeça, chamada de cupim, que cresce quando está na época do acasalamento. Em época de reprodução, suas listras também ficam mais evidenciadas.

Esses peixes fazem disputa territorial para construir seu ninho. Por não saber lutar com outros peixes da mesma espécie, ele se utiliza da aparência protuberante para pressionar o rival, afugentando-o do território.

Tanto o macho quanto a fêmea participam do cuidado com a prole. A fecundação é externa, entre 10 a 30 mil óvulos são depositados no ninho e esses peixinhos vão nascer com cerca de 4 a 5 dias. O casal cuidará dos peixinhos até que eles atinjam o tamanho para se cuidarem sozinhos.

Piscicultura do tucunaré azul

Piscicultura do tucunaré azul

Se você deseja criar essa espécie, será preciso observar alguns cuidados para garantir o sucesso de seu empreendimento. São eles:

  • O habitat precisa ser grande, acima de 2 mil metros quadrados e profundidade igual ou superior a dois metros.
  • Por ser um peixe carnívoro, ele não gosta de comer ração. Tenha pequenos peixes no tanque como Lambari, Tilápia ou Carazinho.
  • Invista em tucunarés juvenis, com tamanho acima de 10 cm, pois será mais fácil encontrar peixes menores para servir de alimento para eles.

Não perca tempo

O tucunaré azul possui uma carne ótima, extremamente valorizada e apreciada. Ele proporciona filés largos, carne branquinha e com poucos espinhos.

Se você deseja criar essa espécie, já sabe por onde começar.

Aproveite e compartilhe esse artigo com seus amigos!

Posts Similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *