Tubarão-tigre: O terror dos mares

Continua após a Publicidade
Anúncio

Tubarão-tigre, com nome científico (Galeocerdo cuvier), mais conhecido como o terror dos mares.

Se trata de uma espécie de tubarão muito agressiva, podendo chegar a medir mais de 5 metros de comprimento.

Seu peso pode chegar a 600 kg, na lista de predadores do mar está no topo.

E é sobre esta magnífica espécie de Tubarão que vamos falar neste artigo, suas características, habitat, como também algumas de suas histórias.

Anúncio

Boa Leitura.

Um predador sem fronteiras: descubra onde o tubarão-tigre habita e por que é um dos mais temidos do mundo

O tubarão-tigre é muito agressivo, além de ser uma espécie cosmopolita geralmente são encontrados em regiões costeiras. 

No Brasil, é muito comum de se encontrar esta espécie de tubarão na região nordeste.

Vale salientar que é a espécie que mais ataca humanos em nosso país, conforme reportagem do G1.

Esta espécie de tubarão tem uma facilidade enorme de se adaptar em diversos tipos de habitat.

Anúncio

Geralmente eles vivem em regiões costeiras, mas também são vistos em regiões onde rios se encontram com oceanos. 

Um exemplo disso é a foz no Rio Amazonas, onde o rio se encontra com o mar.

Características únicas do tubarão-tigre que o tornam um predador tão bem-sucedido.

O tubarão-tigre é muito agressivo

Umas das características marcantes desta espécie e a sua força, possui uma mordida tão forte que na maioria das vezes dilacera suas presas.

Apesar de seus dentes grandes e afiados, não são uma máquina de atacar humanos.

Na maioria das vezes só atacam quando se sentem ameaçados, o melhor para nós seres humanos é nos mantermos afastados de lugares onde estão presentes.

O tubarão-tigre é considerado um dos predadores mais bem sucedidos dos oceanos.

Sua capacidade de detectar presas pelo seu olfato aguçado é muito grande, possui uma visão muito boa, capaz de enxergar em baixa luminosidade.

Vale salientar que esta espécie possui sensores elétricos, que lhe permite encontrar presas escondidas na areia ou lama. 

Sua alimentação é muito diversificada, como praticamente tudo que vê pela frente, peixes, animais invertebrados, arraias, cobras, e diversas espécies de mamíferos que vivem no mar.

O ciclo da vida: descubra como esses predadores se reproduzem e crescem em um ambiente perigoso

Ao contrário do que muitos pensam, o tubarão-tigre não possui placenta, não são mamíferos.

Eles são animais ovíparos, eles se reproduzem durante o ano todo, o pico da temporada de acasalamento ocorre durante o verão.

Durante o acasalamento, o macho insemina a fêmea com seus clásperes, que são órgãos reprodutivos localizados na parte interna de suas nadadeiras pélvicas. 

Neste processo o macho segura a fêmea com os dentes para mantê-la instável, de modo que durante o acasalamento a fêmea sofre ferimentos leves, que cicatrizam de forma rápida. 

A fêmea pode armazenar o esperma do macho por até um ano antes de fertilizar os ovos.

Mas olha que interessante: apesar de se originarem de ovos as fêmeas não depositam seus ovos.

Os ovos do Tubarão-tigre são incubados dentro da fêmea que por sua vez dá a luz aos filhotes já vivos.

Este período pode durar até 16 meses, os filhotes desenvolvem dentro da mãe durante este período.

Tubarão-tigre encontrado no litoral do Ceará assusta banhistas.

Conforme reportagem do site Metrópole, o tubarão-tigre vira atração de banhistas em praias do litoral no Ceará.

Pescadores encontraram ele na rede junto a outros peixes, ficaram abismados com o tamanho do peixe.

Se gostou deste artigo saiba que temos um outro artigo em nosso site que fala sobre o Tubarão Branco, o assassino dos mares.

Caso tenha algo a acrescentar deixe seu comentário, ele é muito importante para nós.

Posts Similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *